10.02.2010

Porque eu tenho saudades tuas...


A Saudade é a prova de que ainda há, por mais pequena que seja, uma réstia de amor. Amor por aquilo se teve, ou que nunca se chegou a ter. Saudade é falta de algo que já nos foi importante sem notarmos, e agora parece indispensável mesmo estando longe, mesmo sendo o sonho de outra pessoa, mesmo estando do outro lado do rio, mesmo sabendo que nunca mais vai voltar para nós.
E quando a saudade já não cabe no coração ela transborda pelos olhos. Molha as faces de gente que sofre do mesmo problema.
Mas a minha saudade não é a prova de que ainda há uma pequena réstia de amor, porque há todo o meu amor. Amor por aquilo que tive, que ainda tenho e que terei sempre. Saudade é a falta de ti, da tua presença constante que é mais importante que qualquer coisa, é sempre indispensável mesmo estando longe, o sonho continua a ser meu e de mais ninguém, nunca foi um sonho, sempre foi um desejo realizado, mesmo estando do outro lado do rio, mesmo sabendo que passaremos tempos distantes uma da outra, vais sempre voltar para mim, porque tu me pertences de uma maneira que mais ninguém pertence.
E quando a saudade já não cabe no meu coração ela transborda sempre pelos meus olhos, ficando inundados de água salgada em pequenas gotinhas delicadas. Mas estas lágrimas só molham a minha face, porque esta saudade só me pertence a mim, mais ninguém sofre deste "problema".
Eu sei o que somos, sei o que fomos, sei o que vamos ser amanhã, e depois de amanhã, e sei o que vamos ser sempre. Sei o quanto te vou amar, sei o quanto me vais amar.
Não sei a quantidade exacta de lágrimas que irei derramar. Não sei a quantidade exacta de pensamentos infelizes derivados da saudade iram invadir a minha linha de pensamento. Não sei a quantidade de tempo que iremos estar separadas nem a quantidade de tempo que iremos estar juntas.
Mas sei que por tudo aquilo que já fiz por ti, por tudo aquilo que já fizeste por mim, por tudo aquilo que enfrentámos juntas, por todos os momentos, anos, meses, dias, viagens, minutos, horas, segundos, noites, dias, manhãs, tardes, por todas aquelas nossas histórias, pelo nosso sonho, pelos quase 10 anos que estou contigo, que vai tudo permanecer igual. Que a nossa sinceridade nunca se irá alterar, que aquilo que nos mantém juntas nunca será danificado, sei entretanto vamos sofrer. Mas sei que um único segundo que esteja contigo depois de meses da tua ausência física vai valer a pena tudo aquilo que passámos. Porque nem sempre foi assim, e talvez nem sempre seja assim no futuro, mas, por enquanto no presente, é assim.

2 comments:

- sara ॐ said...

amo-te amo-te AMO-TE melhor amiga dmv (L)
é para sempre minha pequenina, nnc te irei abandonar . matilde outeiro, és essencial @

Odracir Sotnas said...

Gostei muito do Texto